terça-feira, 27 de outubro de 2015

Ransomware


Nome um tanto estranho, na verdade é o nome de uma classe de software malicioso, que quando infecta algum sistema sequestra,  ou restringe o acesso ao mesmo ou algumas informações especificas por meio de criptografia e pede um valor como resgate para que liberem o acesso.Esta situação torna-se meio caótica visto que os crackers podem fornecer, ou não, o código HASH para decriptar os arquivos após o pagamento de "resgate".Já enfrentei duas situações em clientes com o vírus Arhiveus-A onde os dados foram compactados num arquivo no formato 7zip enorme protegido com senha de 30 caracteres e dava 72 duas horas para o pagamento do resgate.Para felicidade de um dos meus clientes eu havia configurado uma rotina de backup diário que possibilitou contornar a situação, já no caso do segundo não foi possível fazer nada, a respeito a não ser formatar o computador e voltar uma cópia que eu tinha dos seus dados de mais ou menos um ano atras, quando foi feita a ultima formatação.Abaixo está a famigerada tela do malware pedindo seu resgate.Existem outros que dizem que o FBI bloqueou seu computador por conta de crimes na internet e solicita pagamento para que ele seja liberado
Cuidado e atenção ambos os casos que vi foram infectados com links falsos enviados em emails.
Não adianta pagar resgate ninguém devolve suas informações.

Fiquem atentos,e tenham backups que a coisa é séria.

Até mais

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Backups, uma necessidade que não é levada a sério!



Você certamente em algum momento já deve ter se deparado com o termo backup, talvez em uma roda de amigos com a enfadonha frase desconsolada "eu não tinha backup" que no final de toda historia só significa uma coisa, que alguém perdeu alguma informação importante.

Mas afinal, o que é o tal backup? O que significa backup?
Backup nada mais é do que uma cópia de segurança de arquivos e informações, as vezes em determinadas situações aplicada a outros ativos como hardware e outros equipamentos.
Existe uma expressão que diz que o backup é a lei numero um da informática, então porque tantos pecam perdendo informações valiosas pelo simples fato de não ter uma cópia?

Talvez a grande maioria das pessoas não tenham vivido a triste experiencia da perda, por exemplo das fotos de formatura que havia descarregado para o computador e o HD acabou pifando e adeus as fotos memoráveis, lembro-me de um cliente que havia feito a festa de debutante para filha e tinha colocado todas as fotos em seu notebook, por um momento que ele foi ao mercado o notebook foi roubado do seu carro e as fotos se foram.Existem uma centena de casos e situações que são experiencias extremamente desagradáveis que vem comprovar um único fato o backup é uma necessidade, deve receber atenção necessária e a seriedade que lhe cabe.
A situação toma uma proporção mais seria e ampla quando envolve informações vitais tais como de empresas e organizações.Aos poucos muitos proprietários e responsáveis tem se conscientizado da importância do fator backup e reconhecido que a informação é o ativo de maior valor dentro de qualquer organização, pois sem ele a organização não funciona, portanto deve-se empregar recursos e investimento para preserva-la e salvaguarda-la.. Hoje a tecnologia nos oferece uma infinidade de recursos para criarmos uma rotina de backup, desde uma simples cópia manual para um pendrive, a gravação de mídias externas
até avançados planos de recuperação de desastres e tolerância a falhas, então não existem desculpas par negligenciar o fator que como já foi citado aqui é a lei numero um da informática.
Caso tenha dúvidas sobre como fazer seus backups de forma eficaz solicite uma consultoria confiável se possível com referencias pois existem muito picareta no mercado, lembre-se a informação é o ativo mais importante para organização e para as pessoas também.
Até a próxima